Veja os melhores acompanhamentos para o almoço

Como os acompanhamentos são frequentemente considerados pequenos e inofensivos, não é incomum entrar em qualquer tipo que o coração desejar. Entendo perfeitamente esse raciocínio, mas a lógica é bastante falha se você pensar bastante sobre isso. Quando você come uma porção enorme de qualquer alimento, ele deixa de ser um lado e se torna um prato principal. Optar por alimentos ricos em calorias e gorduras também estraga qualquer intenção bem-intencionada de comer uma refeição bem equilibrada. Para ajudá-lo a permanecer na pista, esteja você cozinhando em casa ou comendo fora, aqui está uma lista de acompanhamentos que fazem você se sentir bem com suas escolhas de vida – e alguns que devem ser evitados sempre que possível.

Mandioca frita crocante

Um aperitivo ou acompanhamento delicioso é a mandioca frita crocante. Essa receita é muito especial, tem um sabor que harmoniza desde um aperitivo para receber com os amigos, até como acompanhamento em almoços especiais. Quer aprender como deixar a mandioca sequinha e crocante? Confira aqui no site, vamos ensiná-lo a preparar essa receita.

Batata pequena temperada

A batata pequena temperada é uma receita muito encontrada em serviços de Buffet, self-service de restaurantes e ocasiões especiais. As batatinhas ficam deliciosas, bem macios e com um toque de temperos que deixa a receita especial. Quer saber como prepará-las? Confira aqui no Tudo na Cozinha.

Geléia de Uva

A geléia de uva é uma das favoritas de muitas pessoas, seja para acompanhar torradas, biscoitos, pães e incluir em algumas receitas, como exemplo, as tortas doces. O seu preparo é bem simples e pode ser conservada em potes de vidro.

Aprender como fazer uma deliciosa geléia de uva é ótimo para deixar as sobremesas e lanches da sua família, ainda mais saborosos. Os ingredientes utilizados são bem simples e não tem muito segredo. Você não tem tanta experiência na cozinha? Não se preocupe, essa receita é simples de fazer e seguindo o passo a passo como descrito, não tem erro.

Creme de ervilha com lombo e bacon

Não podemos negar que as receitas de caldos e cremes são ideais para os dias mais frios ou refeições noturnas. O creme de ervilha com lombo e bacon é uma receita deliciosa, que harmoniza muito bem em diversas ocasiões. Hoje aqui no Tudo na Cozinha, vamos ensiná-los como prepará-la.

Batata frita sequinha

Quer aprender a fazer uma batata frita sequinha igual a de lanchonetes famosas? Aqui no Tudo na Cozinha, vamos te contar qual é o segredo e ensiná-lo como preparar essa delícia.

Cebola Outback

Se tem uma receita deliciosa que ganhou o paladar de muitas pessoas, além de ter se tornado tão famosa a ponto de ser referência, é a cebola outback. Hoje aqui no Tudo na Cozinha, vamos ensiná-los a fazer esse delicioso petisco, confiram!

O preparo da cebola outback não é tão difícil quanto parece, até mesmo uma pessoa com pouca ou sem nenhuma experiência consegue preparar, através do passo a passo que ensinaremos aqui no site,

Patê de Atum

O patê de atum é um dos acompanhamentos mais simples de se preparar, são utilizados poucos ingredientes e é muito econômico. Hoje aqui no Tudo na Cozinha, vamos ensiná-lo como fazer essa receita, confira!

Essa é uma das receitas mais fácies, pois qualquer pessoa com pouca ou sem nenhuma experiência na cozinha, consegue prepará-la. Saiba quais os ingredientes utilizados em seu preparo e as principais dicas no passo a passo.

Banana à milanesa

Quem aí não gosta de comer uma banana à milanesa nos dias de feijoada ou ao almoçar em um restaurante, não é mesmo? A fruta é deliciosa e quando preparada desse modo pode acompanhar pratos salgados sem problema algum, afinal, muitos restaurantes fazem a receita e dá muito certo, pois as pessoas adoram.

Fazer a banana à milanesa é menos trabalhoso do que parece, não existe segredo, basta seguir o passo a passo com as dicas que daremos aqui no Tudo na Cozinha, que qualquer pessoa com pouca ou sem experiência na cozinha, consegue prepará-la.

Maionese caseira

A maionese caseira é um tipo de molho que pode ser usado no preparo de lanches, churrasco, entre outras receitas. Seu preparo é bem simples, depois de aprender o passo a passo, com certeza, você não irá mais comprar as vendidas no supermercado!

Anéis de cebola

Os anéis de cebola fazem sucesso em muitos restaurantes e bares, são um delicioso petisco para acompanhar aquela cervejinha no final de semana, ou, simplesmente, para sair da rotina e ter um tipo de receita nova para receber os amigos e família no final de semana, com um refrigerante geladinho.

Fazer os anéis de cebola é simples, pois a receita inclui poucos ingredientes e não tem segredos em seu preparo. O passo a passo é fácil de fazer e qualquer pessoa com pouca ou sem nenhuma experiência na cozinha, consegue fazer essa delícia. Veja essas e outras receitas em Tudo para Cozinha.

Cães podem comer maçãs?

Como diz o velho ditado, uma maçã por dia mantém o médico afastado, mas isso também é verdade para nossos companheiros peludos?

Como se vê, é! Os cães podem comer maçãs e são fantásticos, acessíveis, saudáveis ​​e com poucas calorias. Eles são uma boa fonte de vitamina A, vitamina C e fibra alimentar e também ajudam a manter os dentes de um cão limpos, além de refrescar o hálito.

Pesquisamos um pouco para descobrir mais sobre esse fruto maravilhoso.

Maçãs são boas para cães?

Maçãs não são ruins para cães, desde que o núcleo e as sementes sejam removidos. Além de saborosas, maçãs ou fatias de maçã são bons lanches com poucas calorias, fibras e antioxidantes para os nossos amigos caninos.

Os benefícios não são apenas para filhotes idosos ou cães com problemas de saúde. Para seu cão mais jovem e ativo, você pode dar-lhe maçãs pelos benefícios de seus antioxidantes e vitamina C, que alguns veterinários acreditam que ajudam em condições degenerativas, como doenças nas articulações, e na fibra, que pode contribuir para a saúde gastrointestinal geral . 

Cuidado com os efeitos colaterais

Como é o caso de qualquer alimento para o seu cão, as frutas sempre devem ser dadas com moderação.

Use maçãs para suplementar porções menores de sua comida normal e introduza frutas em sua dieta gradualmente.

Também é importante que você remova  todas as sementes de uma maçã antes de entregá-la ao seu cão. 

As sementes de maçã contêm cianeto e, embora algumas sementes provavelmente não prejudiquem o seu cão, comê-las com o tempo pode levar ao acúmulo de cianeto no sistema do seu cão, o que é bastante perigoso.

Como tal, você precisará descartar o núcleo da maçã – o que também representa um risco de asfixia – e cortar as frutas restantes em fatias para servir como um tratamento para o seu cão.

Lembre-se também de que todo cachorro é diferente e cada cão reage à comida de maneira diferente. Você pode criar um cão com problemas para digerir maçãs, então adicione lentamente maçãs à dieta do seu cão e avalie a reação do sistema dele antes de torná-lo um item básico. 

Se o seu cão tem diabetes ou câncer, lembre-se de que as maçãs contêm açúcar; converse com seu veterinário sobre o efeito que as maçãs podem ter no sistema e na saúde do seu cão.

Como servi-los

De fatias de maçã ao seu cão ou faça uma papa de maçã para misturar na comida do cachorro se ele for um filhote. Se quiser ficar um pouco mais chique, experimente uma receita real de maçã, como:

Cubos de molho de maçã caseiro

Ingredientes:

Maçãs (quantos você usa depende de quantos cubos de molho de maçã você gostaria de fazer)
Canela *

Instruções:

  • Descasque e retire as maçãs e corte-as em pedaços;
  • Coloque as maçãs em um espremedor ou liquidificador; mantenha a polpa.
  • Misture tudo, adicionando água conforme necessário para trazer a mistura à consistência do suco de maçã.
  • Adicione uma pitada de canela. *
  • Armazene o molho de maçã em bandejas de cubos de gelo para se divertir, refresque-se ou guarde-as em sacos congelados para descongelar e sirva posteriormente.

 

Dicas de como respirar melhor e evitar crises de bronquite asmática

Dicas de como respirar melhor e evitar crises de bronquite asmática

As doenças respiratórias acometem milhares de pessoas, como é o caso da bronquite asmática, muito comum em crianças e adolescentes, sendo preciso realizar tratamentos para evitar complicações e melhorar a qualidade de vida dos mesmos. Conheça as dicas de como respirar melhor e evitar crises de bronquite asmática, aqui neste artigo.

Dicas para evitar crises de bronquite asmática

Para respirar melhor e evitar crises de bronquite asmática é necessário realizar os cuidados orientados pelo médico, os quais envolvem medicação e mudanças simples na rotina do dia-a-dia. Além disso, alguns equipamentos médicos, como o oxímetro de pulso, é essencial carregar na bolsa, a fim de verificar o nível de oxigênio no sangue e como está nossa respiração.

Confira a seguir as principais dicas para evitar crises de bronquite asmática:

Os sintomas da asma podem ser substancialmente reduzidos, evitando gatilhos e substâncias que irritam as vias aéreas, do seguinte modo:

          Cubra as camas com coberturas “anti-alérgicas” para reduzir a exposição a ácaros.

          Remova os tapetes e aspire a casa regularmente.

          Use apenas detergentes e materiais de limpeza sem perfume em casa.

          Mantenha os níveis de umidade baixos e corrija vazamentos.

          Mantenha a casa limpa e os alimentos em recipientes na geladeira. Isso ajuda a reduzir a possibilidade de baratas, que podem desencadear ataques de asma em algumas pessoas.

          Se uma pessoa é alérgica a um animal, ele deve ser mantida do lado de fora. Nas saídas de aquecimento, coloque um material de filtro para prender os pêlos dos animais.

          Fumantes devem se atentar a fumar do lado de fora da casa. Esta é a coisa mais importante que uma família pode fazer para ajudar uma pessoa com asma.

          Pessoas com asma também devem evitar a poluição do ar, pós industriais e outros vapores irritantes, tanto quanto possível.

          Utilize umidificador de ar no quarto.

          Use a bombinha para asma e medicações de acordo com as instruções médicas.

Quais são as possíveis complicações da bronquite asmática?

  • Internações graves de crise.
  • Diminuição da capacidade de se exercitar e fazer parte de outras atividades.
  • Falta de sono devido a sintomas noturnos.
  • Alterações permanentes na função pulmonar.
  • Pneumotórax.
  • Pneumonia.
  • Dificuldade em respirar que requer assistência respiratória (respirador).

Quando devo entrar em contato com o médico ou ir à emergência emergências?

Procure um médico nos seguintes casos:

  • Os sintomas pioram ou não melhoram com o tratamento.
  • Há dificuldade respiratória ao falar.
  • A medição de vazão máxima é inferior a 80% e superior a 50% no oxímetro de pulso.

Casos de emergência:

  • Sonolência, confusão, desorientação.
  • Dificuldade em respirar seriamente em repouso.
  • Dor no peito severa.
  • Coloração azulada dos lábios e rosto.
  • Desconforto respiratório extremo
  • Pulso rápido
  • Ansiedade intensa devido a dificuldade respiratória.
  • Sudorese.

Não negligencie os sintomas ou se auto-medique, vá diretamente ao hospital mais próximo ou médico de confiança.

Quais são as vacinas do bebê até 1 ano de idade

Quais são as vacinas do bebê até 1 ano de idade

A vacinação infantil é uma etapa de extrema importância na vida do bebê, já que nessa fase da vida as crianças estão tão expostas aos vírus e bactérias do meio externo.

Por isso, se você é mamãe e já contratou um plano de saúde Bradesco para proteger o seu pequeno, mas tem dúvidas sobre quais vacinas são necessárias até um ano de idade, confira o artigo de hoje e tire suas dúvidas!

Quais são as primeiras vacinas ao nascer?

Assim que seu bebê chega ao mundo, é o momento de dar a ele duas vacinas, a BCG e a de Hepatite B.

A BCG é uma dose única que previne contra as formas mais graves de tuberculose, uma doença infecciosa pulmonar que pode atingir outras partes do corpo se não for tratada.

A primeira dose contra Hepatite B é tomada nesta fase e ela previne contra uma infecção grave no fígado que provoca fortes dores no corpo, vômito, febre e mal-estar.

Vacinas do bebê com dois meses

Assim que o bebê faz dois meses, a primeira dose da vacina pentavalente deve ser aplicada, pois ela previne contra o tétano, difteria, coqueluche, hepatite B e outras infecções que sejam causadas pela bactéria Haemophilus influenzae.

Outra vacina indispensável neste momento é a VIP, Vacina Inativada de Poliomielite, que consiste em uma vacina com o vírus morto da poliomielite, o que incentiva o corpo do bebê a produzir anticorpos contra ele, evitando o contágio da doença futuramente.

A poliomielite é a principal causadora da paralisia infantil e ela é recomendada em três doses pela gravidade da doença.

Com dois meses o bebê também deve tomar a primeira dose da Pneumocócica, uma vacina desenvolvida para proteger diversas doenças relacionadas à bactéria Streptococcus pneumoniae, que atinge o pulmão.

Por último, a vacina contra Rotavírus é administrada, a fim de proteger contra uma doença que causa diarréia acentuada e ininterrupta, devendo ser tomada em duas doses.

Vacinas do bebê com 3, 4 e 5 meses

Nos três meses de vida do bebê, é necessário administrar a primeira dose da Meningocócica, vacina dedicada a proteger contra a doença proveniente da bactéria meningococo C, conhecida popularmente como meningite.

No quarto mês de vida o bebê apenas precisa tomar a segunda dose das vacinas citadas anteriormente: pentavalente, contra poliomielite, Pneumocócica e Rotavírus. No quinto mês é aplicada a segunda dose da Meningocócica.

Quais vacinas o bebê precisa com 6 meses?

Com seis meses, são aplicadas apenas as terceiras doses das seguintes vacinas: pentavalente, poliomielite e pneumocócica.

Ao fazer 6 meses, o bebê também pode receber uma segunda dose da vacina BCG, mas fica a critério do médico que o acompanha.

Vacinas com 9 meses

Aos 9 meses, o bebê já está praticamente protegido contra diversos doenças, se todas as vacinas tiverem sido administradas corretamente até então.

Neste momento, é necessária a aplicação apenas da dose contra febre amarela, uma doença infecciosa grave e de fácil ocorrência no Brasil, já que é causada pelo mosquito Aedes aegypti, que tem muita presença em países de clima subtropical como o nosso.

Vacinas do bebê com 1 ano

Com 12 meses de vida, chega o momento do bebê tomar a vacina Tetra Viral, que previne contra três doenças: caxumba, sarampo, rubéola e varicela, que são, em geral, doenças bastante graves e que há alguns anos poderiam ser fatais devido à falta da prevenção.

A segunda dose da Tetra Viral é aplicada aos 15 meses.

Neste momento também é aplicado um reforço da Pneumocócica e a primeira dose contra Hepatite A, uma doença de fácil transmissão por alimentos contaminados ou água não filtrada.

Esclarecemos sua dúvida? Caso ainda tenha alguma vacina que você não sabe qual é o momento certo de tomar, deixe seu comentário!

A importância de adotar uma alimentação equilibrada

A importância de adotar uma alimentação equilibrada

Quem nunca ouviu a frase “você é o que come”? Então, exageros à parte, podemos dizer que nossa saúde, realmente, reflete nossa alimentação.  Por isso, é fundamental procurar levar um estilo de vida saudável, esse site irá te ajudar  com uma alimentação equilibrada.

Exercícios regulares, entre outros fatores, para podermos viver melhor, com mais saúde e, portanto, melhor qualidade de vida.

 

O que é uma alimentação equilibrada?
Então, partindo do princípio de que o ideal é manter uma alimentação equilibrada, é preciso, primeiramente, entender o que isso quer dizer.

O termo equilibrada vem da palavra equilíbrio, que quer dizer, “proporção harmoniosa, harmonia; estabilidade emocional e mental; controle, autocontrole, autodomínio; igualdade de quantidade, sem exceder para mais ou para menos; afastamento de qualquer excesso.

Assim, podemos definir uma alimentação equilibrada como uma dieta que oferece ao organismo os nutrientes que ele necessita para funcionar harmoniosamente, apropriadamente.

Mas, vale saber que esse termo, alimentação equilibrada, não se refere somente a equilibrar a quantidade de calorias que são consumidas diariamente, a fim de evitar o aumento de peso, mas também, de escolher alternativas saudáveis de cada grupo alimentar para, justamente, dar ao corpo os nutrientes que ele necessita.

Dessa forma, uma alimentação para ser equilibrada, deve conter água, carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, fibras e sais minerais, sem tirar nenhum desses grupos alimentares.

Uma dica é procurar deixar o prato o mais colorido possível, dessa forma, irá variar os alimentos, o que é fundamental para repor todas as vitaminas que perdemos diariamente.

Como ter uma alimentação equilibrada em meio a uma rotina corrida

Então, certamente, muitos devem estar achando ser impossível manter uma alimentação equilibrada em meio á nossas rotinas, cada vez mais corridas. O fato é que não é. Para isso basta se organizar e ter disciplina.

Pois é, tendo uma rotina corrida, ou não, todo mundo precisa se alimentar, não é mesmo? E é preciso priorizar a boa alimentação, não a dieta, a alimentação equilibrada dele deve fazer parte de nossa rotina, justamente, para promover mais saúde, garantir um melhor desempenho físico, controlar o peso corporal.

É preciso ter em mente que o alimento é essencial para que o organismo desenvolva corretamente as suas funções.

A primeira dica é sempre de manhã fazer uma vitamina de banana

A outra dica é substituir biscoitos ou bolachas por frutas, mas sem radicalizar, trocar a farinha branca pela integral, e isso vale para o consumo de bolos, pães e massas. Não pesar não mão no consumo de sal e açúcar, aliás, se puder evitar, é melhor.

Por fim, a dica é nunca radicalizar, ao invés de cortar alimentos, moderar no seu consumo, por exemplo, deixando os doces para os fins de semana.

A importância da alimentação equilibrada

Muitos devem estar se perguntando: afinal, qual a importância de ter uma alimentação equilibrada?

Como já foi dito, o organismo precisa dos nutrientes que vêm dos alimentos, o que só é possível através de uma alimentação que priorize todos os grupos alimentares, sem excluir nenhum, evitando problemas como fadiga, baixo desempenho, doenças e infecções.

E não é só isso, segundo o Center for Science in the Public Interest  (Centro para Ciência no Interesse Público, tradução livre), dos Estados Unidos, as quatro maiores causas de morte do país – doença no coração, diabetes, câncer e acidente vascular cerebral (AVC) – estão diretamente influenciadas pela alimentação.

Portanto, a dica é procurar equilibrar sua alimentação, comendo de tudo, mas com moderação e, de preferência, preparando você mesma suas refeições.

Quer dicas de receitas variadas? Acesse Receitas Preferidas e confira.

Enfim, procure estabelecer uma alimentação equilibrada, e não restritiva, dessa forma irá garantir muito mais saúde e disposição.