Por que o sexo é doloroso para as mulheres? Como um ginecologista pode ajudar?

Por que o sexo é doloroso para as mulheres? Como um ginecologista pode ajudar?

A dor durante a relação sexual é muito comum – estima-se que 3 em cada 4 mulheres a experimentam em algum momento de suas vidas, de acordo com o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas . O sexo doloroso (chamado dispareunia) ocorre de várias formas diferentes: algumas mulheres só sentem dor na penetração, enquanto outras experimentam problemas apenas durante as investidas profundas. Em certos casos, a dor ocorre sempre que algo entra na vagina, incluindo um tampão.

Estas são algumas das causas mais comuns de dispareunia e seus tratamentos.

Condições que envolvem a vagina

Existem várias condições ou lesões diferentes na área vaginal que podem ser responsáveis ​​por relações sexuais dolorosas, de acordo com a Cleveland Clinic.  Esses incluem:

Vaginite

Esta é uma infecção bacteriana ou levedura que causa queima, secreção e coceira. Podemos determinar a fonte do problema e prescrever medicamentos apropriados . Lembre-se de que um antibiótico só terá êxito se a fonte do problema for bacteriana, e o uso excessivo desses medicamentos pode dificultar o tratamento dessas infecções no futuro.

Lesões vaginais

Elas estão mais frequentemente relacionadas ao parto, principalmente devido a lágrimas ou uma episiotomia, e também podem afetar a vulva. Se você teve um bebê recentemente e teve dispareunia, deve esperar um pouco mais antes de continuar a atividade sexual.

Anomalias congénitas

Qualquer problema estrutural presente desde o nascimento pode causar dispareunia. Algumas mulheres têm uma condição chamada agenesia vaginal ou uma vagina que ainda não se formou completamente. Outra anormalidade é o desenvolvimento de um hímen imperfurado, embora seja uma condição relativamente rara, de acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina .

Menopausa

Durante a menopausa, a vagina perde parte de sua elasticidade e umidade. Os tratamentos podem incluir terapia de reposição hormonal , uso de lubrificantes solúveis em água ou preliminares estendidas. Existem também outras alternativas, como cremes de estrogênio, anéis ou outros medicamentos.

Vaginismo

Essa condição causa espasmos e contração dos músculos vaginais. Não apenas torna o sexo doloroso, mas também pode causar problemas ao tentar inserir um tampão ou durante um exame de Papanicolaou.

Embora o vaginismo seja relativamente comum, muitas mulheres têm vergonha de conversar com seu médico sobre sua condição, então os pesquisadores acreditam que isso afeta mais mulheres do que as estatísticas preliminares demonstram.

Segundo a Cleveland Clinic , condições físicas e psicológicas podem contribuir para o vaginismo, como:

  • Ter sido vítima de abuso sexual passado
  • Ansiedade ou medo do sexo
  • Ter sido vítima de agressão sexual
  • Emoções negativas em relação à atividade sexual
  • Exercícios de Kegel
  • Dilatadores vaginais
  • Cremes anestésicos que podem ser usados ​​temporariamente
  • As vítimas d e abuso sexual podem se beneficiar com a consulta de um conselheiro especializado no tratamento dos efeitos psicológicos resultantes da violação

Condições que envolvem o útero

Quando há anormalidades no útero, o sexo pode se tornar desconfortável ou muito doloroso. Essas condições incluem:

  • Tumores fibróides, que podem precisar ser tratados por um procedimento chamado miomectomia. (Para mais informações sobre miomectomia, você pode ler essas informações na Clínica Mayo .)
  • Endometriose, que pode exigir tratamentos hormonais ou cirurgia por excisão.
  • Gravidez ectópica, que pode ser tratada com medicamentos ou cirurgia.

Outras causas de relações sexuais dolorosas incluem…

  • Infecções cervicais
  • Doenças sexualmente transmissíveis
  • Doença inflamatória pélvica
  • Afecções genitais da pele
  • Cistos ovarianos

O sexo não precisa ser doloroso

Uma vida sexual saudável e prazerosa cria um vínculo entre você e seu parceiro. Existem várias causas potenciais de dispareunia e são tratáveis. Por favor, fale conosco se você sentiu dor durante o sexo, para que possamos ouvir suas preocupações e discutir suas opções de tratamento.

Guia para iniciar um escritório de advocacia

Guia para iniciar um escritório de advocacia

Etapa 1: Objetivos da carreira

Se você chegou até aqui, é provável que tenha considerado o que significa ser proprietário de uma empresa para sua vida. Ele tem o potencial de consumir seu trabalho e sua vida pessoal, criar enormes níveis de responsabilidade e dependerá da sua capacidade de administrar um negócio. Certifique-se de considerar como a criação de um escritório de advocacia se encaixa nos seus objetivos de carreira .

Etapa 2: Estratégia

Antes de contratar seu primeiro cliente, é hora de analisar profundamente sua estratégia de escritório de advocacia . Idealmente, você poderá marcar a caixa ao lado de alguns desses conceitos.

  • Sua missão e valores são claros e documentados.
  • Você tem um modelo de negócios documentado criado para solucionar os problemas do cliente, de acordo com as expectativas a um preço apropriado .
  • Você entende as tendências que afetam sua empresa e seus clientes e incorpora o que sabe em sua estratégia.
  • Você está trabalhando em projetos e objetivos de curto prazo conectados aos seus objetivos de longo prazo para sua empresa.
  • Você usa um conjunto de indicadores-chave de desempenho (KPIs) para monitorar a saúde de sua empresa e ajudar a prever seu sucesso futuro. Você revisa e atualiza seus KPIs regularmente.
  • Ocasionalmente, você realiza uma análise competitiva e ajusta sua estratégia para vencer em seu mercado.
  • Você se cercou de uma comunidade de colegas de apoio ou de um técnico especializado .

É necessário entender como desenvolver sua estratégia, refiná-la e incorporá-la à sua vida diária. Para saber mais sobre sua estratégia, consulte nossos recursos.

Etapa 3: Tecnologia

Os escritórios de advocacia bem-sucedidos compreendem seus fluxos de trabalho e sistemas e utilizam a tecnologia para melhorar sua qualidade, eficiência e experiência do cliente. Aproveite a tecnologia para ajudá-lo a atender às necessidades operacionais, otimizar sistemas, cumprir metas e melhorar o atendimento ao cliente. Como uma nova empresa, crie metas com base na infraestrutura tecnológica da sua empresa.

  • Trabalhe duro para ser tecnologicamente competente em geral.
  • Realize treinamentos frequentemente em seus sistemas e ferramentas de tecnologia para manter-se atualizado com as mudanças.
  • Execute um escritório de advocacia sem papel para digitalizar e arquivar digitalmente toda a papelada.
  • Administre um escritório de advocacia móvel para trabalhar de maneira produtiva e segura fora do seu escritório.
  • Realize avaliações de ameaças à segurança de dados para ter um modelo de ameaça atualizado, desenvolver uma política de segurança por escrito e seguir boas práticas de segurança de dados .
  • Possui sistemas de tecnologia que refletem as necessidades de segurança da sua empresa e as dos seus clientes.

Você não precisa cumprir todas essas metas em um dia. Em vez disso, faça deles uma parte crítica de sua estratégia geral.

Etapa 4: Marketing e aquisição de clientes

Muitos advogados parecem pensar que as referências de outros advogados e clientes são as únicas fontes de marketing de que precisam. Esta é apenas a ponta do iceberg. Incentivamos os advogados a adotarem uma visão mais ampla.

Advogados de pequenas e médias empresas, especialmente aqueles que estão começando um escritório de advocacia, devem orientar suas ações com base no entendimento das necessidades de seus clientes ideais, onde atualmente procuram soluções e que tipos de mensagens ressoam com eles. Considere o seguinte ao começar:

  • A reputação da sua empresa em sua comunidade reflete a imagem da marca que você está tentando transmitir e o valor exclusivo que você fornece aos seus clientes.
  • Você tem um plano de marketing por escrito e usa dados objetivos para determinar o sucesso de suas atividades de marketing.
  • Você rastreia seus esforços de marketing para clientes em potencial, clientes existentes, ex-clientes e fontes de referência.
  • Sua empresa possui um site moderno, responsivo a dispositivos móveis , focado na comunicação da mensagem da sua marca.
  • Você usa uma variedade de atividades de marketing online e offline para comunicar seu valor de uma maneira que ressoa com o mercado-alvo do cliente, convertendo-o em leads.
  • Você tem um sistema para converter clientes em potencial em clientes pagantes.

Marcar e desenvolver sua estratégia de marketing levam tempo, mas são fundamentais para o crescimento do seu novo escritório de advocacia. Certifique-se de investigar todos os possíveis caminhos de marketing para sua empresa e comprometa-se a implementar aqueles que funcionam melhor com base nos objetivos gerais de sua empresa.

Etapa 5: Gerenciamento do Escritório

Os advogados com visão de futuro se adiantam às necessidades de gerenciamento de seus escritórios concentrando-se em alguns princípios importantes:

  • Sua empresa segue sistemas e procedimentos claros e documentados que refletem seu modelo de negócios principal.
  • Seus procedimentos documentados incluem fluxos de trabalho administrativos e de atendimento ao cliente e você tem um sistema para revisar regularmente esses fluxos de trabalho para encontrar oportunidades de automação e aprimoramento.
  • Você segue as práticas de produtividade pessoal e gerenciamento de tempo.
  • Você tem um escritório de advocacia sem papel .

O gerenciamento do escritório envolve gerenciar projetos em tempo hábil e permanecer produtivo para ajudar a atender melhor seus clientes. Mergulhe fundo nas principais áreas para otimizar o gerenciamento do escritório e configurar sua empresa para o sucesso.

Etapa # 6: Atendimento ao Cliente

Embora a aquisição e o marketing do cliente o ajudem a aumentar sua base de clientes, seu serviço ao cliente fará toda a diferença. Você deve ser incansável ao refinar a experiência de seu cliente adotando uma mentalidade de escritório de advocacia focada no cliente que enfatiza estes valores:

  • Você entende a jornada do comprador do seu cliente ideal com base em entrevistas reais com clientes reais e potenciais.
  • Você projeta seus preços, tarifas e taxas com base nas metas e necessidades de seus clientes e eles são comparados com seus concorrentes.
  • Você possui sistemas para garantir a diversidade, acesso e inclusão do cliente.
  • Você se comunica com os clientes usando os métodos que eles preferem enquanto segue suas necessidades de segurança de dados .
  • Você elabora comunicações de clientes e documentos legais de maneira centrada no leitor, com ênfase na linguagem simples e legibilidade.
  • Você tem uma experiência integrada de entrada, integração e entrega para seus clientes, que reflete o tipo de experiência que eles desejam.
  • Você tem um processo para capturar o feedback do cliente para entender seu nível de satisfação e trabalha ativamente para melhorar.

As expectativas do cliente estão evoluindo rapidamente; proprietários de escritórios de advocacia pequenos e individuais devem reimaginar e focar a laser no atendimento ao cliente para que eles atendam.

Etapa 7: Finanças

Para ter a melhor chance de sucesso, sua nova empresa deve gerar mais receita do que despesa. Você deve entender seus objetivos financeiros e como alcançá-los da melhor maneira possível, usando estas práticas recomendadas:

  • Você tem uma estratégia financeira de longo prazo documentada e um modelo de rentabilidade que alinha seus orçamentos e relatórios de curto prazo com os objetivos de longo prazo de sua empresa.
  • Você tem acesso a capital e fluxo de caixa suficientes para financiar sua empresa no futuro próximo.
  • Você segue orçamentos escritos e monitora regularmente relatórios financeiros e KPIs financeiros consistentes.
  • Seus sistemas de faturamento, pagamento e cobrança se concentram nas preferências de pagamento de seus clientes para que eles paguem suas contas em dia.
  • Você paga um salário consistente com taxa de mercado, separado de bônus ou distribuições, e está investindo uma quantia apropriada de seu salário em economia e aposentadoria.

As finanças da sua empresa determinarão sua sobrevivência e prazer nos próximos anos. O desenvolvimento de habilidades financeiras agora permitirá que seu novo escritório de advocacia tenha saúde e estabilidade financeiras.

Etapa 8: Contratação e pessoal

Embora a equipe possa ser a coisa mais distante da sua mente, no momento em que você começar a pensar em adicionar à sua empresa (contratados independentes, funcionários de meio período, guarda-livros, gerente de escritório), você precisa considerar seus valores e como tratará aqueles que juntar à você. Isso significa:

  • Você possui um organograma escrito que inclui todos na empresa e sua estrutura de relatórios.
  • Seu organograma e funções de trabalho permitem que os funcionários delegam o trabalho àqueles que o fazem com mais eficiência, concentrando-se no que fazem de melhor.
  • Você contrata pessoas com base em como elas se encaixam na missão, nos valores e nas funções da sua empresa no seu organograma.
  • Sua estrutura de remuneração e benefícios é justa, racional e incentiva os incentivos corretos a longo prazo que refletem seus valores.
  • Você possui sistemas para garantir que sua equipe tenha em mente a diversidade, o acesso e a inclusão .
  • Os gerentes podem gerenciar outras pessoas com habilidade e você as treina frequentemente em gerenciamento de pessoas .
  • A cultura da sua empresa reflete seus valores .
  • Você tem reuniões de equipe em toda a empresa com frequência e a comunicação é sempre aberta e honesta.
  • Ter sistemas implantados para se sustentar – e a todos os demais – com autocuidado, bem-estar, apoio a dependências e necessidades de saúde mental

Como gerenciar tudo sozinho

É verdade que abrir um escritório de advocacia não é para qualquer pessoa. Embora você deva ser um excelente advogado, também deve desenvolver uma vasta gama de estratégias e táticas de negócios, que garantam seu sucesso no futuro. Quando se trata de gerenciar tudo por conta própria, entenda estas sugestões:

  • Sempre confie em seus instintos.
  • Peça conselhos, construa relacionamentos e faça sua pesquisa.
  • Entenda o que você fará quando não ganhar dinheiro.
  • Verifique se você sabe para onde ir, quando não sabe como lidar com algo.
  • Verifique se você tem a dedicação para ver sua empresa crescer.
  • Seja pago antecipadamente.
  • Gaste dinheiro inteligente com sua equipe, treinamento, ferramentas e tecnologia para desbloquear suas superpotências.
  • Evite o desgaste.
  • Seja sempre honesto com seus clientes.

Agora você tem todas as ferramentas necessárias para criar uma estratégia sólida e lançar sua nova empresa com confiança. Parabéns por se tornar um empreendedor legal!

Encontre Conhecimento Nos Livros Para Meditar

Encontre Conhecimento Nos Livros Para Meditar

A meditação não é uma partida do mundo, mas vice-versa. Está mais perto disso, de entender, de amá-lo e de transformá-lo. Esses livros para meditar podem ensiná-lo a fazer isso e aproveitar todos os benefícios que esta arte tem para a nossa saúde.

A meditação é uma técnica cada vez mais usada para gerenciar o estresse, controlar a atenção e esclarecer idéias. Além disso, é uma ferramenta extremamente eficaz para manter o equilíbrio perfeito entre corpo e mente. Com os livros para meditar você consegue treinar e compreender sua amplitude.

Em certo sentido, todos estamos meditando, embora não tenhamos consciência disso. Por esse motivo, aprender a fazer isso de propósito pode ser ainda mais benéfico. A meditação é uma maneira de ouvir a voz da nossa alma, e os livros para meditar nos dão esse benefício.

Livros para meditar – Sendo ninguém, indo a lugar nenhum de Ayia Hema

Este é um dos grandes livros para meditar que se tornou um clássico na literatura budista moderna. Ayia Khema era uma freira e professora budista, muito dedicada ao envolvimento das mulheres na prática do budismo.

Tendo estabelecido vários centros ao redor do mundo, Hema escreveu estes livros para meditar como um guia, como resultado de muitos anos de estudo no Ocidente. Neste livro, ela explica os princípios básicos do budismo de maneira simples, moderna e moderna. 

Mergulhe no karma e mostre problemas quando meditar ou como fazê-lo. Depois de ler este trabalho, você pode aprender os ensinamentos básicos da meditação.

 

Livros para meditar
Livros para meditar

Livro – O impostor de Michael Langford

Michael Langford conseguiu colocar em seus livros para meditar, especificamente esse livro como número um na lista dos mais vendidos. Talvez seja por isso que muitas pessoas a consideram uma bíblia para meditação.

Em 13 capítulos relativamente curtos, ele explica em que consiste a introspecção passo a passo. Como se este fosse um manual de instruções. Sua linguagem peculiar e divertida, com grande simplicidade, transmite como podemos parar de sofrer e aproveitar a vida.

Este é um dos livros para meditar mais recomendados para lidar com problemas do ego. Também ajuda a lidar com a extrema ansiedade sobre coisas que não valem a pena. Ele sugere que gastemos essa energia interna em concentração e introspecção.

Livro – Meditar de Vicente Merlot

Esse autor sabia como tornar estes livros para meditar muito mais que um extenso guia de meditação. A coisa mais valiosa que ele tem é, sem dúvida, o seu valor prático. Seu caráter didático é o resultado dos cursos de iniciação e meditação ministrados por este autor.

Por um lado, ele aborda exaustivamente os aspectos mais básicos, tanto no budismo quanto no hinduísmo, sempre apoiando a meditação como um fio condutor. No entanto, isso permite que ele use seus ensinamentos em meditação sob a orientação de si mesmo, que está no final de cada capítulo.

Livro – Atenção plena para iniciantes de John Kabat Zinn

Apesar do fato de hoje estar muito na moda, a atenção plena é praticada há anos como uma técnica de meditação semelhante à atenção plena. Nesse caso, John Kabat Zinn conduz uma série de lições práticas em sabedoria e compaixão.

Sem dúvida, este é um dos livros para meditar que você não pode perder se quiser se cuidar. Suas diretrizes o ajudarão a iniciar um processo de transformação holística, completa e curativa por dentro e por fora.

Educação financeira: Dicas para economizar no dia a dia de maneira significativa

Educação financeira: Dicas para economizar no dia a dia de maneira significativa

Para muitas pessoas, fazer economias no dia a dia é algo impossível de ser feito, embora muitas delas nunca tenham tentado seguir qualquer tipo de planejamento. Isso porque a educação financeira não é muito comum entre os brasileiros.

De fato, não somos educados desde a infância a lidar com nosso dinheiro. Entretanto, isso não significa dizer que você não possa colocar em prática hoje mesmo algumas dicas de economia que poderão fazer a diferença na sua vida.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, mostramos que dicas são essas e como você pode adotá-las como um hábito. Se você deseja ter mais dinheiro sobrando ao fim do mês, então recomendamos a leitura desse artigo do nosso blog!

Dicas para economizar no dia a dia

Muitas pessoas costumam passar sufoco no final do mês por não saber lidar com suas próprias finanças.

A falta da educação financeira na educação básica do nosso país faz com que muitas pessoas ao começarem a receber renda tenham dificuldade de controlar seus gastos.

Pensando nisso, preparamos as dicas que podem te ajudar abaixo.

Planejando gastos

Antes de qualquer coisa, é necessário planejar os gastos. Para isso, elencamos alguns passos que você deve seguir. Confira abaixo!

Qual a sua renda mensal?

Inicialmente, você deve considerar o valor que recebe mensalmente. Se você é autônomo, tente calcular uma média, de maneira a ter um valor aproximado.

Quais as suas despesas fixas?

Em seguida, calcule quanto resta depois dos pagamentos das principais despesas, tais como água, energia e internet. Tente também calcular uma média de seus gastos com supermercado.

Valores restantes

Em seguida, observe como você gasta os valores que restam dos custos mencionados acima. Tente cortar tudo que for supérfluo.

Passe longe de promoções “imperdíveis” e da cervejinha do fim de semana. Ao final, veja quanto restou e você verá uma coisa muito estranha acontecer: você ainda tem dinheiro no dia 31. Parece mágica!

Traçando limites de gastos

Uma forma de se colocar na linha do planejamento que você fez é estabelecer um teto de gastos pessoal.

Para uma maior eficiência desse método, você pode traçar limites diários, semanais e mensais.

Dessa forma, fica muito mais fácil saber quando você deve “fechar a mão”. Para saber como estabelecer esse valor, faça a divisão dos valores que restam das despesas essenciais, distribuindo-os pelos dias, semanas e meses.

Lembre-se que os valores do limite que não foram gastos em um dia não devem ser acumulados ao do dia seguinte. Encare-os não como um valor a mais para gastar, mas como uma economia.

 

Ficou interessado no assunto? Então, clique aqui para saber mais sobre finanças e investimentos.

 

Escolhendo a carga do seu curso: quantos cursos você deve fazer?

Escolhendo a carga do seu curso: quantos cursos você deve fazer?

Quantos cursos eu preciso fazer?

Alguns programas são oferecidos apenas como uma opção de período integral. Na maioria dos programas, os alunos escolhem a carga que melhor se ajusta ao seu plano educacional individual. Isso pode estar entre um curso e o máximo nesse programa. Os estudantes que recebem empréstimos estudantis ou outro financiamento devem garantir que conhecem os requisitos de carga desse financiamento.

Quando tenho que decidir sobre a carga do meu curso?

Você estará se inscrevendo nos cursos de outono e primavera em maio. Você pode se inscrever para apenas um curso ou até o limite de crédito máximo do seu programa por semestre. Cada semestre da universidade oferece dois prazos de entrega do curso. Passe pelo primeiro lugar para evitar o pagamento da mensalidade integral dos cursos. Passe o segundo para evitar uma marca de percurso. Você pode adicionar ou descartar cursos no seu Registro de Alunos da VIU ou nos Serviços de Registro no Edifício 200. Consulte Programação de datas importantes .

Conheça os cursos: rateiodcursos

Por que você pode escolher uma carga completa do curso:

  • Você completará um diploma típico dentro de 4 anos.
  • Você deve ter um certo número de créditos por semestre para se qualificar para bolsas de estudos, posições de trabalho dos alunos e outros financiamentos.
  • Imerso na cultura escolar, é mais provável que você se concentre nos estudos e crie relacionamentos com seus colegas e instrutores, levando a taxas mais altas de conclusão de credenciais.

Por que você não pode escolher uma carga completa do curso:

  • Você pode não ter os fundos disponíveis ou tempo para uma carga completa do curso.
  • Você não pode se qualificar ou desejar solicitar empréstimos para estudantes.
  • Talvez você não consiga ajustar a carga total do curso a outras responsabilidades da sua vida.
  • Você pode ter dificuldades de aprendizagem ou outros desafios.
  • Você pode não ter certeza de sua direção ou de quais cursos seguir.

Notas sobre como se inscrever para a carga horária desejada:

  • Se você não tiver certeza da carga horária desejada ao se inscrever em maio, poderá se inscrever para uma carga horária completa e tomar decisões finais sobre a carga até a primeira semana de aula.
  • Se você aguardar na lista dos cursos de primeira escolha, poderá adicionar mais cursos do que planeja fazer, para poder ter um plano de backup para o número de cursos que desejar.
  • As listas de espera geralmente diminuem à medida que a data de início do semestre se aproxima, mas certifique-se de interromper adequadamente todos os cursos que você não planeja fazer antes do cálculo das mensalidades.

Devo trabalhar enquanto estiver na universidade?

Esta é uma decisão pessoal e a resposta depende de muitos fatores. As obrigações de trabalho e família são considerações importantes ao escolher a carga horária.

  • Muitos estudantes trabalham em período parcial na escola e / ou em período integral durante as férias de verão.
  • A maioria dos programas pode ser concluída em período parcial, se a vida exigir trabalho em período integral.
  • Com trabalho a tempo parcial:
  • você tem menos tempo para procrastinar, resultando na necessidade de organizar-se com eficiência para realizar tarefas e leituras em tempo hábil
  • o dinheiro que você ganha pode reduzir o estresse sobre o pagamento de gasolina, aluguel etc. e permitir que você desfrute de atividades que custam dinheiro
  • você pode (ou não) encontrar um equilíbrio entre a vida positivo para sua saúde mental
  • a falta de tempo para dedicar aos estudos pode reduzir sua atenção e energia em suas aulas e afetar negativamente suas notas
  • seu tempo para acessar instrutores e outros suportes durante o horário comercial pode ser reduzido

10 Macetes para usar em concursos com questão múltipla escolha

10 Macetes para usar em concursos com questão múltipla escolha

Você vai prestar uma prova para conquistar o cargo que sempre sonhou? Conheça os 10 macetes para usar em concursos com questão múltipla escolha, aqui neste artigo.

O exame de múltipla escolha é um teste antigo aplicado em provas de diferentes níveis escolares. Sempre o encontramos em algum momento da vida, seja no vestibular, sala de aula, ou concurso público. Os professores os usam porque são fáceis de elaborar e rápidos de corrigir.

Cada pergunta do exame consiste em uma breve declaração com duas ou várias respostas alternativas. O aluno sempre deve marcar uma única opção para resposta do enunciado. Em alguns testes, é necessário anexar folhas escritas onde as respostas são justificadas, mas na grande maioria, não.

Além de comprar suas apostilas para concurso, ou realizar sua inscrição em um curso online, é preciso se preparar para esse tipo de teste que pode ser aplicado no dia da prova.

Vamos conferir os 10 macetes para usar em concursos com questão múltipla escolha:

Dicas de macetes para usar em concursos com questão múltipla escolha

Ao se inscrever no site de rateio de cursos é preciso saber como funcionam as provas a serem aplicadas no grande dia, além de se preparar estudando a matéria com antecedência.

Confira a seguir os macetes que pode ajudá-lo no dia do exame:

  1. Descartar opções

Quando enfrentamos uma pergunta, podemos descartar as respostas que temos certeza de que não podem ser corretas, dessa forma aumentamos a probabilidade de responder de forma correta.

  1. Respostas incorretas restantes

Cuidado! Alguns exames de múltipla escolha penalizam o aluno que parece ter chutado a alternativa, ou seja, selecionou uma resposta muito incoerente. Portanto, precisamos ver que tipo de teste está fazendo para determinar se devemos ou não arriscar, pois é preciso responder quando tivermos certeza absoluta.

  1. Suspeite das respostas fáceis

Lembre-se de que muitos desses exames buscam eliminar o aluno (no sentido acadêmico, é claro). É por isso que eles geralmente inserem respostas ou perguntas de chamarizes que procuram confundir. Devemos ter cuidado quando vemos uma pergunta com uma resposta muito fácil.

  1. Responda primeiro o que tem certeza de que está certo

Nesses testes múltipla escolha, o tempo é calculado. Por isso, é importante que você responda primeiro as questões mais fácies, aquela que tem certeza das respostas. Assim, sobre mais tempo para resolver as questões difíceis, além de evitar que se confunda por ter pouco tempo, respostas erradas e prova incompleta.

  1. Cubra as opções e pense na resposta

O lado ruim de ver as opções é que elas podem nos influenciar sem que percebamos. Uma boa ideia para evitá-lo é cobrir as opções quando lemos a pergunta e tentar responder sem as alternativas. Em seguida, examinamos as opções e vemos qual delas está mais próxima da nossa resposta.

  1. Responda o que resta do teste

Após responder as questões que tinha certeza da resposta, e passar um tempo tentando resolver as demais, é importante se atentar ao tempo para não entregar a prova incompleta. Caso não tenha conseguido responder algumas questões, é importante responder por eliminatória, analise as opções que parecem totalmente fora de contexto e selecione a que mais se aproxima.

  1. Teste cada opção múltipla

O teste é como se fosse um quebra-cabeça, onde procuramos qual peça se encaixa melhor. Quando não sabemos bem a resposta, podemos pegar cada opção e incluí-la no contexto da pergunta, como ela se relaciona? Como se encaixa? Isso pode ajudá-lo a encontrar a resposta certa.

  1. Tenha cuidado com as frases de afirmação

Se a pergunta diz “qual das seguintes opções NÃO é…”, você deve prestar atenção ao “NÃO” que está negando a proposição. Da mesma forma, você deve ter cuidado com generalizações.

  1. Nenhuma ou todas as respostas anteriores

A melhor maneira de lidar com essa questão é julgar cada afirmação individualmente como verdadeira ou falsa. Se duas das respostas se enquadram na categoria “nenhuma ou todas”, as outras opções provavelmente também o farão.

  1. Otimize seu tempo

Otimizar o tempo de resposta das questões é importante para que você preencha o gabarito com calma e evite erros, além de permitir que realize uma prova mais tranquila. É importante que você realize provas antigas de concursos semelhantes ou do edital passado, a fim de treinar o que funciona para você dentro do tempo estabelecido para término da prova. 

 

Como conscientizar as pessoas sobre a preservação do meio ambiente

Como conscientizar as pessoas sobre a preservação do meio ambiente

No Brasil, um dos maiores agravantes do problema com a água não é a falta de chuvas por exemplo, mas o desperdício. Pesquisas mostram que muitas regiões do Brasil chegam a perder 75% da sua água tratada, ou seja, a cada 100 litros, 75 vão pelo ralo.

Esse assustador é só a ponta do iceberg, quando vemos outros indicadores de que o brasileiro não é o povo mais consciente quando o assunto é meio ambiente. Apenas 6 cidades da grande São Paulo tem coleta seletiva 100% e no país, 78% das cidades não possui esse tipo de serviço.

É com certeza um problema dentre muitos em relação ao meio ambiente e neste artigo, falaremos um pouco sobre formas de conscientização e mudança de hábitos que podem fazer uma grande diferença em nossas vidas e de outras pessoas por um futuro melhor.

Separe o lixo reciclável do orgânico

Como foi dito, pouco mais de 20% das cidades do Brasil tem serviço de coleta de lixo reciclável e em São Paulo, apenas 6 cidades, sendo 3 do ABC paulista, região industrial e importante polo de empregos do estado.

A iniciativa garante que 1 dia na semana o lixo reciclável é recolhido pela coleta seletiva, enquanto o lixo orgânico é retirada 3 vezes na semana. O lixo reciclável é levado para postos específicos que reciclam o material e garante que esses produtos não sejam descartados em qualquer lugar.

Em lugares que não possuem qualquer tipo de conscientização nesse quesito, é importante que a população faça a separação do lixo e entregue em locais como postos de coleta presencial.

Da mesma forma, o óleo de cozinha usado, que também pode ser reciclado, deve ser colocado em garrafas pet e entregues em locais de coleta, uma forma de evitar que sejam descartados nas tubulações de esgoto e causar entupimentos.

Desperdício de água potável

Como foi falado no início do artigo, existem regiões que perdem mais de 70% de água potável todos os dias por conta de desperdício, e isso pode acontecer, dentre muitos motivos, por causa de vazamentos de água.

Em sua casa, observe se não existe encanamentos que estejam com fissuras e causando infiltrações.

Por exemplo, qualquer parede com umidade e até uma conta de água mais alta do que o normal, são indícios de que há vazamentos e que sanados, evitarão mais desperdícios.

Ande a pé

Andar a pé é tarefa diária, mas que tal deixar o carro mais parado na garagem? Carros despejam muitos poluentes no ar que podem ser evitados. Use transporte público e se não for um lugar muito distante e cansativo, opte por ir a pé.

É uma maneira de garantir menos poluentes e melhor, mais saúde pra vc, já que andar a pé ajuda a emagrecer, deixa as pernas mais torneadas e ainda faz o coração trabalhar com qualidade.

Economize energia

Não deixe pra economizar energia somente quando é tempo de rodízio do serviço. Tenha o hábito de desligar as luzes quando não utilizar um ambiente e tome banhos mais curtos, além de trocar as lâmpadas de casa por tipos mais eficientes e com menos consumo.

Planejamento Urbano e Meio Ambiente

Para quem deseja seguir carreira na área de Meio ambiente, este curso é excelente e prepara o aluno para começar no mercado de trabalho.

Para melhor qualificação profissional Faça curso online de Planejamento Urbano e Meio Ambiente da EW Cursos e garanta sua capacitação com certificado reconhecido em todo Brasil.

O que é uma Holding?

O que é uma Holding?

Muitas das empresas mais bem-sucedidas do mundo são holdings. Se você está começando a investir em títulos emitidos por empresas como ações ordináriasações preferenciais ou títulos corporativos, ou está estudando casos de empresas privadas porque está pensando em investir em seu próprio negócio, não demorará muito para que você encontra algo conhecido como holding.

É normal hoje em dia muitos empresários de pequenas empresas possuírem outras empresas. Holding é uma empresa que comanda as outras empresas que são denominadas subsidiárias.

O que a empresa Holding faz é administrar as outras empresas.

Este artigo irá te ajudar a entender o que são as empresas holding, por que elas desempenham um papel tão vital na economia moderna e algumas coisas que você pode considerar antes de investir em uma (ou formar você mesmo).

Definição de Empresa Holding

Então, o que é uma holding? De forma ampla, uma holding é uma empresa que não possui operações, atividades ou outros negócios ativos. Em vez disso, a holding detém ativos.

Esses ativos podem ser ações de outras empresas, sociedades de responsabilidade limitadaparcerias limitadasfundos de private equityfundos de cobertura, ações públicas, títulosimóveis, direitos de canções, nomes de marcas, patentes, marcas comerciais, direitos autorais, praticamente qualquer coisa que tenha valor.

Por exemplo, uma das ações mais respeitadas do mundo, a Johnson & Johnson, é realmente uma holding patrimonial

A própria empresa, na qual você está comprando ações, na verdade não faz nada no sentido em que as pessoas pensam. Em vez disso, como resultado de sua complexa história, a Johnson & Johnson detém participações em mais de 250 negócios separados. 

A propriedade não é muito contrária da maneira como você pode possuir ações de empresas diferentes por meio de uma conta de corretagem

Os negócios da Johnson & Johnson estão agrupados em três grandes títulos:

assistência médica ao consumidor, dispositivos médicos e produtos farmacêuticos, mas cada uma das subsidiárias é uma empresa autônoma com escritórios, contas bancárias e instalações de fabricação próprias.

Eles estão localizados em países ao redor do mundo e contam com funcionários locais.

No topo, os acionistas da Johnson & Johnson elegem um conselho de administração para proteger seus interesses. Esse conselho é responsável por (entre muitas coisas) determinar a política de dividendos e contratar o CEO. 

O CEO, por sua vez, contrata seus subordinados diretos. Esse grupo de pessoas tem o poder de determinar coletivamente os CEOs e principais executivos das empresas subsidiárias sob o controle da Johnson & Johnson.

A holding controladora apóia as subsidiárias, reduzindo o custo de capital devido à sua força geral. 

Por exemplo, a Johnson & Johnson pode emitir títulos a taxas baixíssimas e emprestar dinheiro às suas subsidiárias a taxas que as subsidiárias não poderiam obter se fossem empresas independentes. Isso reduz as despesas com juros e, por sua vez, aumenta os retornos sobre o patrimônio e sobre os ativos.

O que uma Holding pode possuir?

Ações em uma corporação

Títulos, como ações, títulos e fundos mútuos

Ativos intangíveis como patentes e direitos autorais

Várias empresas subsidiárias em um ou mais setores

Em outras palavras, qualquer coisa que tenha valor.

Cada tipo de ativo pode ser configurado como um negócio separado (LLC ou corporação, por exemplo).

Você pode se perguntar se precisa de uma holding?

Se seus vários negócios são muito pequenos, com poucos ativos como um negócio on-line, parece muita despesa e problemas formar uma holding. Outra possibilidade é formar apenas uma empresa.

Antes de iniciar uma holding, você terá que decidir que tipo de estrutura jurídica da empresa deseja. Os dois tipos mais comuns de empresas são LLCs e corporações.

Iniciar uma holding como uma LLC ou uma corporação é uma tarefa bastante indolor, mas você deve obter a ajuda de um advogado para garantir que o faça corretamente.

Ao configurar sua holding, você precisará encontrar um conselho de administração para gerenciar a holding e supervisionar as subsidiárias. Essas pessoas devem estar familiarizadas com o conceito da holding.

Existem restrições nas empresas proprietárias da LLC? 

Entidades legais de negócios diferentes podem se pertencer, mas há restrições. Do ponto de vista de um estado, geralmente não há restrições, uma LLC pode possuir uma empresa C, por exemplo. 

Uma propriedade exclusiva não é elegível para possuir outra empresa porque não está registrada em um estado e seu status fiscal é limitado. 

Uma holding é responsável por atos de uma subsidiária?

Em geral, a responsabilidade de uma holding por ações de uma subsidiária refere-se ao grau de controle que a holding possui sobre as operações da subsidiária. 

A exceção mais importante é se o véu corporativo for perfurado, o que significa que a ação estava fora das atividades normais de uma empresa (fraude ou negligência, por exemplo). Nesse caso, os proprietários da subsidiária e da holding poderiam ser processados.

Mais importante, se você configurar as empresas individuais dentro da sua holding corretamente, a responsabilidade pelas dívidas de uma não afetará todas as outras. Por exemplo, se uma subsidiária estiver configurada para possuir imóveis e falir, as outras empresas não deverão ser afetadas pela falência.

E quanto aos impostos para as holdings?

As entidades comerciais individuais arquivam seus próprios relatórios fiscais e os relatórios de todas as subsidiárias são adicionados.

As perdas e ganhos de cada LLC seriam somados e colocados em sua declaração de imposto pessoal. Digamos que sua entidade de vendas de livros teve um lucro líquido este ano de R$ 5.000, e o serviço de website teve uma perda de R$ 2.000. 

Ele registraria um lucro líquido de R$ 3.000 em sua declaração de imposto de renda. Portanto, uma perda por uma entidade pode ser usada para compensar um lucro por outra.

As holdings estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia, devido as vantagens que a mesma traz para a empresa, um dos benefícios são nos meios tributários.

Apesar de estar crescendo as holdings, poucas são as pessoas que de fato conhecem as suas vantagens.

E você conseguiu entender? Precisa de ajuda? Entre em contato com gente.

4 Tipos de Nebulização para sinusite

4 Tipos de Nebulização para sinusite

A sinusite é uma doença inflamatória dos seios nasais, a qual pode ser aguda ou crônica. Ao adquirir essa condição, o paciente pode necessitar de tratamento com nebulização. Confira aqui neste artigo quais os 4 tipos de Nebulização para sinusite.

Nebulização para sinusite

Durante a nebulização, o paciente deve estar sentado e na vertical, deve respirar a uma velocidade normal e não deve falar.

Antes de um paciente começar a usar um nebulizador regularmente em casa, um primeiro tratamento deve ser realizado sob a supervisão de uma enfermeira ou similar.

Anteriormente, a solução a ser nebulizada deve ser preparada alguns momentos antes de iniciar o tratamento e de acordo com as orientações médicas. O paciente deve saber a dose exata do medicamento de que precisa.

Como funciona o nebulizador e quais os cuidados?

Os nebulizadores são encontrados em loja de equipamentos médicos, e podem ser classificados de acordo com o tipo de compressor usado para gerar as partículas que precisam ser inaladas.

Os sistemas de nebulização são compostos de uma câmara de nebulização onde o líquido a ser pulverizado é introduzido e o aerossol é gerado, e uma fonte de energia necessária para operar o nebulizador.

Um dos riscos associados ao uso de nebulizadores é o de infecção pulmonar, portanto o reservatório deve ser limpo sempre que for usado.

No final de uma nebulização, todas as partes do sistema devem ser desmontadas para lavá-las com água quente e sabão. Posteriormente, eles devem ser clarificados, secos e armazenados em local seco.

Em equipamentos padrão, é aconselhável trocar os tubos, máscaras e bicos a cada três a seis meses, embora haja equipamentos mais duráveis.

Tipos de nebulizadores para sinusite

Nebulizador compressor ou jato

É o nebulizador mais solicitado em loja de equipamentos médicos, bem como o mais difundido em todo o mundo.

Seu tamanho é geralmente variável, existem grandes e muito pequenos. Embora sejam muito eficazes, alguns tendem a produzir algum ruído, o que pode perturbar o paciente durante o uso.

As versões mais modernas deste tipo de nebulizador não fazem barulho.

Como fonte de energia, eles usam um compressor de ar mecânico ou um gás comprimido (ar ou oxigênio).

Partículas grandes impactam com telas, uma ou várias, estrategicamente colocadas e voltam correndo para a câmara de nebulização, enquanto partículas menores são levadas ao paciente.

Quanto maior o fluxo, no qual o aerossol foi gerado, menor o tempo de nebulização e o tamanho das partículas, maior o depósito pulmonar.

O nebulizador compressor elétrico, capaz de aspirar o ar ambiente, é a forma usual de uso doméstico.

Nebulizador portátil

O nebulizador portátil reúne vários tipos de nebulizadores, mas, em geral, é um tipo de nebulizador de tamanho pequeno.

O nebulizador portátil é geralmente para uso ambulatorial ou doméstico.

Sua principal característica é pode ser movido sem dificuldade. Eles possuem uma bateria e podem ser conectados à rede elétrica.

O objetivo é dar autonomia gratuita ao paciente que precisa de um nebulizador para o seu dia a dia.

O usuário pode ter um em sua casa, ou onde ele precisa, se ele vai fazer uma viagem ou ficar muitas horas fora de casa.

Nebulizador ultrassônico

Sua operação é baseada no efeito piezoelétrico :

Uma corrente elétrica de alta frequência é aplicada a um cristal de quartzo , o que resulta em uma vibração transmitida a um meio líquido e transmitida à substância a ser nebulizada, produzindo um efeito de vapor ou névoa.

Uma vez produzido, o aerossol é transportado por um fluxo de oxigênio ou ar em direção ao paciente.

Eles podem ser usados ​​para nebulização de salbutamol, mas não para corticosteroides ou antibióticos.

Atualmente, estes são os mais modernos do mercado. Seu tamanho é compacto, a maioria deles são nebulizadores portáteis.

Nebulizadores de malha

Nestes dispositivos, o aerossol é gerado passando o líquido através de uma malha.

Existem dois tipos: malha estática e malha vibratória.

No primeiro, malha estática, o dispositivo aplica uma pressão no líquido a ser nebulizado, para que ele passe pelos orifícios da malha.

No segundo, Malha vibratória, o líquido passa através da malha graças à sua vibração.

Eles são indicados em pacientes que requerem tratamento prolongado (mais de 6 meses), especialmente com antibióticos inalados.

Os nebulizadores raramente são indicados, tanto para tratamento crônico quanto em episódios agudos de asma.

Atualmente, sua indicação é recomendada em casos graves ou naqueles pacientes em que outros dispositivos não podem ser utilizados.

Sempre que possível, é recomendado para todas as idades usar inaladores de câmera na frente, devido ao seu maior conforto, eficácia, maior deposição pulmonar, menor tempo de permanência na sala de emergência e menor custo e risco de efeitos colaterais em crianças (taquicardia, tremores, etc.).

Converse com o seu médico para saber qual o melhor equipamento de acordo com a sua condição de saúde. 

Como escolher o vidro ideal para box de banheiro?

Como escolher o vidro ideal para box de banheiro?

Uma das funcionalidades do box é impedir que a água vaze para a área seca do banheiro. Mas também serve como parte de decoração de sua casa, e por isso existem diversas variações, para todos os tipos de decorações.  

É importante lembrar que você não deve escolher seu box somente pela estética, mas também para que os usuários estejam seguros. Por conta disso, é essencial escolher o modelo certo do box para ter facilidade e funcionalidade na rotina de higiene dos moradores.  

Está em busca de uma vidraçaria Campinas? Veja como você deve escolher o vidro para box de seu banheiro neste post que fizemos! Como escolher o box ideal para seu banheiro  As composições do box são feitas com tipos de formatos e materiais diferentes. E cada uma delas influencia na estética e na funcionalidade do banheiro. E, ao final do post, vamos apresentar quais os detalhes você deve levar em consideração para a instalação de seu box conforme o vidro que tenha escolhido: Temperado Um dos vidros mais procurados é o temperado, isso porque ele é conhecido por sua segurança, durabilidade, transparência e a facilidade no manuseio. Seu material passa por modificações em sua dureza e resistência.  

Uma de suas principais características é a sua resistência aos choques térmicos, que é cinco vezes maior que os outros vidros. Existem cores diferentes, como a incolor, bronze, verde e fumê, basta você escolher a qual combina mais com o estilo de seu banheiro.  Texturizado Este modelo é para os que buscam dar valor ao seu box e, principalmente, querem privacidade. Inclui diversos desenhos, como listras, bolinhas, quadrados, e costuma ser utilizado em suítes.  

O material que é indicado para este acabamento é o alumínio, por se tratar de algo leve, fácil de limpar e por combinar bastante com as cores e texturas de seu box.  

É um dos materiais que tem o valor mais elevado no mercado.  Esmaltado Para você que busca prática, durabilidade e beleza, pode optar por este modelo de vidro. Produzido a partir de uma aplicação de camada de cerâmica sobre um vidro plano, e logo em seguido é colocado ao forno que tempera.  

Dessa forma, a tinta se funde a ele, permanecendo na superfície. Assim, você pode fazer a limpeza de seu box sem se preocupar que ele se descasque.  Neutros e transparentes Estes modelos são os mais comuns de serem encontrados nas casas pois são baratos e não possuem nenhum trabalho específico no vidro.  

Sua limpeza é mais complicado pois podem ficar engordurados com mais facilidade. Mas isso não é muito trabalhoso ou impossível de fazer.  

O vidro neutro pode gerar uma variedade de combinações entre as cores e os materiais. Busque por uma tonalidade que combine com seu banheiro.  Impresso ou fantasia Uma das maiores vantagens que este vidro oferece é dar maior privacidade para o ambiente e permite a passagem da luz. Sua textura também permite uma iluminação suave, oferecendo maior conforto para seu banheiro.  Como instalar o box em seu banheiro? Para a instalação de seu box, você vai precisar fazer uma análise do espaço, material e também a sua manutenção.  

  • Como dito, para você que busca por segurança, pode escolher o vidro temperado. Sua resistência é cinco vezes maior que os outros vidros. 
  • Para manter o bom funcionamento de seu box é necessário fazer sua manutenção ao menos uma vez por ano. 
  • Estude seu ambiente antes de fazer a escolha de seu vidro para que garanta o bom funcionamento e a beleza do ambiente. 
  • A área mínima do box deve ser 80cm X 80cm;

Por fim, escolha uma empresa que tenha um bom conhecimento profissional e que entregue seu box com qualidade.