Quais são as vacinas do bebê até 1 ano de idade

Quais são as vacinas do bebê até 1 ano de idade

A vacinação infantil é uma etapa de extrema importância na vida do bebê, já que nessa fase da vida as crianças estão tão expostas aos vírus e bactérias do meio externo.

Por isso, se você é mamãe e já contratou um plano de saúde Bradesco para proteger o seu pequeno, mas tem dúvidas sobre quais vacinas são necessárias até um ano de idade, confira o artigo de hoje e tire suas dúvidas!

Quais são as primeiras vacinas ao nascer?

Assim que seu bebê chega ao mundo, é o momento de dar a ele duas vacinas, a BCG e a de Hepatite B.

A BCG é uma dose única que previne contra as formas mais graves de tuberculose, uma doença infecciosa pulmonar que pode atingir outras partes do corpo se não for tratada.

A primeira dose contra Hepatite B é tomada nesta fase e ela previne contra uma infecção grave no fígado que provoca fortes dores no corpo, vômito, febre e mal-estar.

Vacinas do bebê com dois meses

Assim que o bebê faz dois meses, a primeira dose da vacina pentavalente deve ser aplicada, pois ela previne contra o tétano, difteria, coqueluche, hepatite B e outras infecções que sejam causadas pela bactéria Haemophilus influenzae.

Outra vacina indispensável neste momento é a VIP, Vacina Inativada de Poliomielite, que consiste em uma vacina com o vírus morto da poliomielite, o que incentiva o corpo do bebê a produzir anticorpos contra ele, evitando o contágio da doença futuramente.

A poliomielite é a principal causadora da paralisia infantil e ela é recomendada em três doses pela gravidade da doença.

Com dois meses o bebê também deve tomar a primeira dose da Pneumocócica, uma vacina desenvolvida para proteger diversas doenças relacionadas à bactéria Streptococcus pneumoniae, que atinge o pulmão.

Por último, a vacina contra Rotavírus é administrada, a fim de proteger contra uma doença que causa diarréia acentuada e ininterrupta, devendo ser tomada em duas doses.

Vacinas do bebê com 3, 4 e 5 meses

Nos três meses de vida do bebê, é necessário administrar a primeira dose da Meningocócica, vacina dedicada a proteger contra a doença proveniente da bactéria meningococo C, conhecida popularmente como meningite.

No quarto mês de vida o bebê apenas precisa tomar a segunda dose das vacinas citadas anteriormente: pentavalente, contra poliomielite, Pneumocócica e Rotavírus. No quinto mês é aplicada a segunda dose da Meningocócica.

Quais vacinas o bebê precisa com 6 meses?

Com seis meses, são aplicadas apenas as terceiras doses das seguintes vacinas: pentavalente, poliomielite e pneumocócica.

Ao fazer 6 meses, o bebê também pode receber uma segunda dose da vacina BCG, mas fica a critério do médico que o acompanha.

Vacinas com 9 meses

Aos 9 meses, o bebê já está praticamente protegido contra diversos doenças, se todas as vacinas tiverem sido administradas corretamente até então.

Neste momento, é necessária a aplicação apenas da dose contra febre amarela, uma doença infecciosa grave e de fácil ocorrência no Brasil, já que é causada pelo mosquito Aedes aegypti, que tem muita presença em países de clima subtropical como o nosso.

Vacinas do bebê com 1 ano

Com 12 meses de vida, chega o momento do bebê tomar a vacina Tetra Viral, que previne contra três doenças: caxumba, sarampo, rubéola e varicela, que são, em geral, doenças bastante graves e que há alguns anos poderiam ser fatais devido à falta da prevenção.

A segunda dose da Tetra Viral é aplicada aos 15 meses.

Neste momento também é aplicado um reforço da Pneumocócica e a primeira dose contra Hepatite A, uma doença de fácil transmissão por alimentos contaminados ou água não filtrada.

Esclarecemos sua dúvida? Caso ainda tenha alguma vacina que você não sabe qual é o momento certo de tomar, deixe seu comentário!