Educação financeira: Dicas para economizar no dia a dia de maneira significativa

Educação financeira: Dicas para economizar no dia a dia de maneira significativa

Para muitas pessoas, fazer economias no dia a dia é algo impossível de ser feito, embora muitas delas nunca tenham tentado seguir qualquer tipo de planejamento. Isso porque a educação financeira não é muito comum entre os brasileiros.

De fato, não somos educados desde a infância a lidar com nosso dinheiro. Entretanto, isso não significa dizer que você não possa colocar em prática hoje mesmo algumas dicas de economia que poderão fazer a diferença na sua vida.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, mostramos que dicas são essas e como você pode adotá-las como um hábito. Se você deseja ter mais dinheiro sobrando ao fim do mês, então recomendamos a leitura desse artigo do nosso blog!

Dicas para economizar no dia a dia

Muitas pessoas costumam passar sufoco no final do mês por não saber lidar com suas próprias finanças.

A falta da educação financeira na educação básica do nosso país faz com que muitas pessoas ao começarem a receber renda tenham dificuldade de controlar seus gastos.

Pensando nisso, preparamos as dicas que podem te ajudar abaixo.

Planejando gastos

Antes de qualquer coisa, é necessário planejar os gastos. Para isso, elencamos alguns passos que você deve seguir. Confira abaixo!

Qual a sua renda mensal?

Inicialmente, você deve considerar o valor que recebe mensalmente. Se você é autônomo, tente calcular uma média, de maneira a ter um valor aproximado.

Quais as suas despesas fixas?

Em seguida, calcule quanto resta depois dos pagamentos das principais despesas, tais como água, energia e internet. Tente também calcular uma média de seus gastos com supermercado.

Valores restantes

Em seguida, observe como você gasta os valores que restam dos custos mencionados acima. Tente cortar tudo que for supérfluo.

Passe longe de promoções “imperdíveis” e da cervejinha do fim de semana. Ao final, veja quanto restou e você verá uma coisa muito estranha acontecer: você ainda tem dinheiro no dia 31. Parece mágica!

Traçando limites de gastos

Uma forma de se colocar na linha do planejamento que você fez é estabelecer um teto de gastos pessoal.

Para uma maior eficiência desse método, você pode traçar limites diários, semanais e mensais.

Dessa forma, fica muito mais fácil saber quando você deve “fechar a mão”. Para saber como estabelecer esse valor, faça a divisão dos valores que restam das despesas essenciais, distribuindo-os pelos dias, semanas e meses.

Lembre-se que os valores do limite que não foram gastos em um dia não devem ser acumulados ao do dia seguinte. Encare-os não como um valor a mais para gastar, mas como uma economia.

 

Ficou interessado no assunto? Então, clique aqui para saber mais sobre finanças e investimentos.

 

Como usar o Cartão da Riachuelo de maneira inteligente?

Como usar o Cartão da Riachuelo de maneira inteligente?

A Riachuelo é uma das maiores varejistas do Brasil e se você já fez alguma compra nesta empresa com certeza já tentaram te empurrar o Cartão de Riachuelo com a promessa de descontos e facilidades de pagamento.

Contudo, se você trabalha para construir uma vida financeira equilibrada, a forma como usa os seus cartões de crédito tem uma importância vital na sua saúde financeira.

Infelizmente, a Riachuelo está mais interessada em simplesmente te empurrar um cartão para que você aumente seus gastos e não está interessada em te dar algumas dicas de educação financeira para que você faça bom uso do seu suado dinheiro.

Sendo assim, resolvemos criar um artigo todo especial com algumas dicas simples, mas poderosas para que você mantenha as suas finanças em dia e consiga realizar os seus desejos nas Lojas Riachuelo.

Acompanhe o lançamento de gastos na sua fatura

A Riachuelo permite que você monitore os gastos do seu cartão tanto pelo aplicativo quanto pelo próprio site da empresa.

Ricardo Cid, do site bonsinvestimentos.com.br, alerta para a importância de manter sempre o olho atento aos gastos do seu Cartão Riachuelo para que você não tenha surpresas no final do mês.

Dentro deste cenário, Ricardo alerta para a vantagem de ser possível visualizar a fatura online do Cartão Riachuelo e, inclusive, criou um manual para que os clientes deste cartão entendam como consultar a fatura digital ou o extrato detalhado sem precisar sair de casa.

Controle seus impulsos consumistas

É normal vermos diversas entrevistas onde as pessoas relatam que usam o hábito de comprar para curar alguma dor ou ansiedade.

Se este é o seu caso, muito cuidado! Quando você perceber que está se tornando um vício a compra de produtos que não são essenciais, procure ajuda imediatamente.

Utilizar o Cartão Riachuelo com autodisciplina significa que será necessário falar “não” para si mesmo quando perceber que está fazendo a compra de uma roupa da qual você não precisa ou sabe que o valor é maior do que aquele que você pode pagar tranquilamente sem precisar parcelar a fatura em mais de 2 vezes.

Por fim, é importante você ter a consciência de que construir uma boa reputação financeira é algo que demanda tempo e você não pode ter pressa.

Usar o Cartão da Riachuelo de maneira responsável com certeza é importante para que você não cause um desequilíbrio no seu orçamento pessoal.

Adicionalmente, cultivar bons hábitos financeiros e estudar assuntos ligados à educação financeira são fundamentais para que você fique longe das terríveis dívidas relacionados ao não pagamento das faturas de cartões de crédito.

Por isso, se você tiver alguma dúvida ou quiser uma ajuda, basta acessar a página “Fale Conosco” e enviar a sua mensagem: https://www.sbmetrologia.org.br/fale-conosco/